A História do Microsoft Project

 

A primeira versão do Microsoft Project foi criada para suportar o sistema operacional MS-DOS lançado em 1984. No ano de 1985 tivemos o progresso do programa com o lançamento da versão 2. A partir deste momento, a sua evolução não parou mais e por consequência vieram as versões adjacentes. Em 1986 veio a versão 3 para DOS e, na sequencia veio a versão final do programa rotulada de 4 no sistema operacional.

O primeiro MS-Project introduzido para a versão DOS trouxe conceitos importantes utilizados até hoje, como as linhas de interligação (linhas de dependência) entre as tarefas presente na interface do gráfico de Gantt. A primeira versão para o Microsoft Windows, foi oficialmente lançada em 1990. Ela foi definida como a número 1 devido ela ser a primeira versão voltada exclusivamente para a interface gráfica.

Em 1991 tivemos o lançamento de uma versão do Microsoft Project para o Macintosh. O desenvolvimento se manteve até a versão do Project 4.0 for Mac que foi lançado em 1993. Em 1994 a Microsoft finalizou em definitivo o desenvolvimento da maioria das suas aplicações para o MAC. Ela não ofereceu uma nova versão do Office até 1998. Após a criação do novo “Microsoft Macintosh Business Unit” no ano anterior a este desenvolvimento todas as criações foram descontinuadas por completo. A unidade de negócios da Apple nunca lançou uma versão atualizada do Project para o MACINTOSHI. Sendo que a última versão não roda nativamente nos sistemas atuais como o Mac OS X,  versão mais recente do sistema operacional da Apple.

Não houve versão 2 em qualquer plataforma, porque a especificação do projeto original foi expandida com a adição macros, controle de capacidades, do trabalho extra e suporte para uma linguagem que levou o cronograma de desenvolvimento para o início de 1992. Só assim tivemos o lançamento oficial da versão 3. Posteriormente, outras versões foram lançadas como em 1992 (v3), 1993 (v4), 1995, 1998, 2000, 2002, 2003, 2007, 2010 e por último a versão 2013.

Para mais detalhes sobre a história do Project visite a página:

Nenhum comentário:

Postar um comentário