Project Server 2013 - Overview.

Sem dúvida alguma, o Project Server 2013 é uma das ferramentas mais utilizadas na gestão de projetos corporativos. Ela é aplicada na administração de portfólios individuais por área ou departamentos da empresa como também no gerenciamento de portfólios consolidados.A estrutura de recursos possibilita visualizar em quais tarefas um determinado recurso do projeto está trabalhando. Além desses ótimos recursos ele traz em sua estrutura outros itens muito legais. Para quem quiser conhecer mais sobre o Project Server 2013 reservei neste espaço diversos materiais sobre o assunto.

Site oficial: 




Nesta outra demonstração o foco dos quadros de horários do Project Server 2013.



Nesta introdução você verá o que há de novo no Project Server 2013.



Começamos por outra introdução a ferramenta Project Online.



Uma visão geral sobre o processo de instalação do Project Server 2013.



O que há de novo para os profissionais de TI no Project Server 2013.



Gerenciar projetos com o Project Server 2013.



Começamos por uma introdução ao BI da ferramenta Project Server 2013.





Novidades do Project 2013


As principais novidades do Project 2013, começam a partir dos mais variados recursos que ele traz em sua estrutura. Alguns foram removidos, outros inseridos e outros melhorados. Segundo o site [1] Microsoft é possível identificar diversas inovações no programa. Com ele, temos acesso aos novos modelos de projeto, locais diferenciados para armazenar um cronograma, realizar importação de arquivos em formato Excel ou SharePoint e temos acesso ao One Drive. 

Segundo o site [2] One Drive ele possibilita compartilhar, armazenar e acessar seus arquivos (fotos, vídeos, documentos) de praticamente qualquer lugar e de qualquer dispositivo que você esteja. Para isso, ele conta com um espaço disponível de até 7 GB para quem realizar a inscrição direto no site.

Os relatórios Burn Down Chart é outra inovação significativa que possibilita a ferramenta trabalhar com projetos agéis e aplicar metodologias diferenciadas do Scrum. Utiliza o monitoramento, gera os relatórios de progresso, consolida informações, melhora a tomada de decisão para times e administra funções importantes na gestão de projetos para o PMO. Segundo o site [3] The Agile PMO as principais aplicações do Burn Down estão direcionadas para a alocação de equipes e os métodos de controle de horas dos times.

Outra forma de melhorar a comunicação entre a equipe de projetos é utilizar o Microsoft Lync. Segundo o site [4] Office ele é uma solução voltada para chats, vídeo conferência ou telefonia muito comum em ambientes corporativos. Verifique a versão do produto mais indicada para o seu cenário corporativo e suas restrições. Segundo o site [5] Office ele interage com diversas soluções de mercado como Skype, interage integrado ao pacote Office (Word, Excel, PowerPoint e OneDrive) entre outros.

Indico a visão geral do produto presente neste vídeo especial sobre as novidades do Project 2013.







Serviço de auditoria no Project Server 2010 e Project Server 2013




O serviço de auditoria em projetos é um importante fator de administração. Frequentemente, ele é utilizado na análise de cronogramas, gestão de recursos, controle de atividades, definição de horários, gestão de alteração (data, horário e identificação)  por parte dos principais envolvidos na gestão executiva como os escritórios de projetos (PMO) e a governança. A auditoria garante a segurança da informação, confiabilidade, integridade e melhora a gestão de quem administra ferramentas de gestão de projetos.

Auditoria consiste em uma atividade especializada da área, que visa testar a eficácia e eficiência dos controles implantados sobre o patrimônio das empresas, com o objetivo de expressar uma opinião sobre determinado dado ou operação (ATTIE, 2010).

Muitas organizações utilizam o Microsoft Project Server 2010 ou 2013 em sua estrutura de TI. Então: Como se obter determinadas informações ou mesmo realizar uma auditoria neste sistema? Nativamente, temos algumas opções de auditorias rápidas que podem ser realizadas como obter a data da última publicação ou a data da última modificação. Esses campos podem ser inseridos pelos administradores rapidamente nas visões. 

Uma outra maneira de se obter auditoria é utilizar uma ferramenta não nativa a ferramenta Project Server. O software que atua diretamente com as questões de auditoria do Project Server é a Fluent Pro Audit. Ela traz como principais funções a possibilidade de se adquirir a data, horário e a identificação pessoal de quem realizou alterações em determinados objetos da solução. Se o objetivo for adquirir ou mesmo testar essa ferramenta a sugestão mais simples é assistir a esse vídeo que mostra a configuração e vários detalhes técnicos sobre ferramenta que podem ajudar na questão de auditoria do Project Server.

Mais detalhes: https://www.youtube.com/watch?v=7B_3L5GixXY




Para realizar o download do software, visite a página:

http://www.fluentpro.com/productspsauditlite.html

Vale lembrar que ela traz inúmeros recursos para agregar valor a auditoria como:
  • Data de modificação
  • Quem realizou determinada ação no software
  • Exclusão
  • Edição
  • Publicação
  • E muito mais
Vale lembrar, que além das opções mostradas até aqui existe o próprio serviço de auditoria do Windows. Ele também realiza inúmeras ações de auditorias. Tudo isso, com o intuito de promover segurança e aplicação de regras de negócio com maior eficiência nas companhias.

Mais informações visite a página:

http://technet.microsoft.com/pt-br/library/dd408940(v=ws.10).aspx


Portanto, agora cabe definir de todos os métodos apresentados aquele que mais se adequa ao cenário corporativo da sua organização.

Espero que gostem.

Abraços e até próxima.